Saiba Quais São os Principais Impostos Indiretos

Conheça alguns dos impostos indiretos que você paga

O pagamento de impostos já está totalmente inserido ao dia a dia dos brasileiros. Há impostos sobre aplicações, sobre rendas, como salário, por exemplo, e até mesmo sobre bens próprios e já quitados, como é o caso do IPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano, e do IPVA – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, que fazem parte dos impostos diretos. Mas você sabe quais são os impostos indiretos arrecadados pelo governo?

Saiba o que são os impostos indiretos

Alguns deles são mais conhecidos e outros nem tanto! Mas, o fato é que os impostos indiretos são aqueles que são cobrados em cima dos valores dos produtos vendidos e também dos serviços contratados.

Como eles não são cobrados diretamente da população — apenas de comerciantes e produtores —, eles são chamados de impostos indiretos. Porém, acabam interferindo no preço final do produto ou serviço e, dessa forma, saindo do bolso de todos.

Tipos de impostos indiretos

Como os impostos indiretos são tributos recolhidos dos preços de produtos e serviços, existe mais de um tipo desse imposto que, juntos, correspondem à quase metade da carga tributária no Brasil.

Diante disso, veja abaixo quais são os principais deles:

ICMS – Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços

A arrecadação do ICMS é feita pelos governos estaduais, dos 26 estados brasileiros, mais o Distrito Federal. Ele incide sobre a compra e venda de produtos, como também sobre a prestação e contratação de serviços, variando sua alíquota de acordo com o que é comercializado.

IPI – Imposto Sobre Produtos Industrializados

Já o IPI, ele é arrecadado pelo governo federal. Sua alíquota, assim como o ICMS, também depende do tipo de produto que é comercializado, porém, ele é cobrado apenas sobre itens que passam por um processo de industrialização, que é o caso das geladeiras, dos fogões e até carros.

ISS – Imposto Sobre Serviços

Quanto ao ISS, sua arrecadação é feita por município. Neste caso, há a alíquota mínima de 2% e, como o nome sugere, ele é cobrado apenas por prestações de serviços, o que inclui atividades prestadas com remuneração, tal como concertos, construção e até serviços médicos.

Agora que já sabe mais sobre os impostos que paga indiretamente, continue navegando no E-DOU, o portal de consulta aos Diários Oficiais e publicação no DOU, e mantenha-se sempre bem informado.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*