Como Funciona a Pensão por Morte

O benefício é pago aos dependentes do contribuinte que faleceu. Para ter direito à pensão por morte, o trabalhador precisa ter a qualidade de segurado do INSS, ou seja, deve estar em dia com suas contribuições para o órgão.

Quem tem direito à pensão por morte?

Segundo a Previdência Social, apenas os dependentes legais podem receber o benefício em caso de morte do segurado. Caso o trabalhador tenha deixado cônjuge e/ou filho com menos de 21 anos de idade ou na condição de inválido, a pensão será paga de forma automática, pois o governo entende que existe uma relação de dependência econômica.

Se não existirem dependentes de primeiro grau, o benefício será pago aos pais ou irmãos menores de 21 anos ou inválidos irão receber. Além disso, esses dois grupos também, precisam comprovar dependência econômica do segurado que faleceu.

Como é feito o cálculo

No ano passado, entrou em vigor uma lei que baixa o valor da pensão por morte de 100% do salário recebido pelo trabalhador para 50% acrescido de 10% para cada dependente. Sendo que essa progressão só poderá chegar até 100%.

E-DOU

Visite a nossa seção de artigos e saiba como funcionam e quem tem direito aos principais benefícios.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*