Modalidade de Licitação — Leilão, o que é?

modelo de licitação leilão

Para que os serviços públicos possam atuar sem precisar fazer a aquisição, de fato, de determinados bens privados são feitos contratos entre as partes interessadas. Existem, inclusive, várias formas de fazê-lo, umas vez que são diversos os tipos, sendo a modalidade de licitação leilão uma das mais conhecidas.

Hoje, o portal e-dou preparou par você um artigo especialmente sobre os leilões. Se você ainda não sabe o que são e como são feitos, informe-se com o nosso conteúdo!

Modalidade de Licitação: Leilão

A modalidade de licitação leilão é uma das mais populares. Nela, a participação é livre para qualquer pessoa que esteja interessada na aquisição de bens. Nesse caso, os itens leiloados são considerados inservíveis, de modo que é permitida a venda por meio da Administração Pública. Assim, há uma geração de renda por meio deles.

Segundo o art. 22, § 5º da Lei nº. 8.666/93, podem ser leiloados por licitação todos aqueles bens que foram apreendidos legalmente ou penhorados. Esse processo também pode acontecer para a alienação de bens imóveis. O item ficará com quem der o maior lance, que seja igual ou maior ao avaliado.

Também entram nessa categorias os imóveis inservíveis para a Administração Pública. Ou seja, tudo aquilo que não tem mais utilidade. Há, ainda, os bens semoventes, que englobam animais como cavalos e bois.

É interessante destacar que, embora existam várias modalidades de licitação — como o pregão e a tomada de preço, por exemplo —, quando se trata da venda de itens é preciso, obrigatoriamente, fazer ou uma licitação por leilão, ou um leilão público.

Como é o funcionamento do leilão por licitação?

Quando a Administração Pública organizar um leilão por licitação, é preciso definir quais serão as regras desse processo. Para que os interessados estejam cientes da norma, é preciso lançar um edital descrevendo todas as questões importantes.

Entre elas é importante destacar a descrição dos bens. As partes interessadas devem saber exatamente o que será leiloado, suas características, modelo, entre outras informações relevantes, para que possam se inscrever. Isso porque é preciso estar ciente de o que será encontrado no momento do leilão.

Outro ponto que deve ser destacado é o pagamento. Ele pode ser a vista, a prazo, com uma entrada, entre outras formas. O importante é que quem dá o lance saiba como poderá pagar o item que adquiriu.

Gostou de saber como funciona a modalidade de licitação leilão? Então não perca outros artigos no portal e-Dou!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*