Conheça a Carteira de Trabalho Digital

Diário Oficial da União

Confira todas as informações acerca da nova Carteira de Trabalho Digital, como surgiu e no que difere da Carteira de Trabalho antiga. Veja também como consultar e publicar no Diário Oficial da União.

No dia 21 de Novembro (Terça feira), o presidente Michel Temer, ao lado do Ministério do Trabalho, anunciou o lançamento da “Carteira de Trabalho Digital”, serviço que deve tornar mais fácil a resolução de questões relacionadas à documentação empregatícia.

O projeto faz parte de um conjunto de novas ações do Governo para melhorar o serviço de atendimento e qualificação dos trabalhadores brasileiros. No total, são quatro projetos que envolvem, além da Carteira de Trabalho Digital, o Sina Fácil 2.0, o Seguro-Desemprego Web e a Escola do Trabalhador.

Os novos programas deverão facilitar a vida de empregadores e empregados. As empresas podem usá-los para conferir currículos, analisar perfis de acordo com aquilo que procuram, escolher as pessoas para processos seletivos e consultar as entrevistas agendadas.

Os trabalhadores, por outro lado, poderão consultar vagas adequadas para o seu perfil, solicitar seguro desemprego via celular ou tablet (assim que receberem os documentos da demissão), agilizar o atendimento em agências, consultar histórico profissional e o contrato anual, assim como ter acesso aos cursos profissionalizantes oferecidos gratuitamente pelo governo.

Leia mais sobre os quatro novos projetos do governo aqui.

Carteira de Trabalho Digital: Como funciona

O projeto foi desenvolvido para ser um aplicativo onde o trabalhador pode consultar dados e informações contratuais, tanto antigas quanto em vigência, e também para solicitações de primeira e segunda vias da carteira de trabalho impressa. Dessa forma, a versão digital não anula o documento físico.

O Governo Federal ainda garantiu que já é possível entrar com o pedido do seguro-desemprego através do site do Emprega Brasil (assim que o trabalhador estiver em posse dos documentos necessários fornecidos pela empresa trabalhada).

No site, o cidadão dá a entrada na solicitação, o que certamente agilizará o atendimento na agência, evitando filas. De toda forma, o comparecimento a um ponto responsável pelos pedidos continua sendo necessário.

O governo ainda lançou nota garantindo que o trabalhador poderá encontrar vagas de emprego e agendar entrevistas pelo aplicativo do Sine Fácil 2.0, além de acompanhar os trâmites do pedido para seguro-desemprego.

Para Acessar a Carteira de Trabalho Digital

O Aplicativo já pode ser encontrado na versão para Android e em breve também deve constar de versão para iOS. Basta procurar por “CTPS Digital” e baixar. Para usar será necessário um código de acesso, caso o cidadão ainda não possua cadastro no Sine Fácil.

As informações para o cadastro devem constar de nome, data de nascimento, nome da mãe, estado de nascimento e número do CPF. Caso haja carteira de trabalho física em mãos, é bom para verificar sobre o seu histórico no mercado de trabalho.

Realize consultas e publicações no Diário Oficial da União (DOU)

Através do site do E-DOU é possível realizar consultas gratuitas aos Diários Oficiais da União, dos Estados e dos Municípios.

A plataforma também disponibiliza profissionais para auxiliar no processo de publicação de materiais nesses veículos de comunicação.

Publique no DOU através do nosso site.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*