Plataforma digital do Emprega Brasil é criada pelo Ministério do Trabalho

Diário oficial da União

Confira como funciona a plataforma digital do Emprega Brasil, criada pelo Ministério do Trabalho para melhorar o atendimento aos trabalhadores brasileiros.

No dia 21 de Novembro, terça-feira, o presidente Michel Temer, junto ao ministro do trabalho, Ronaldo Nogueira, lançaram no Palácio do Planalto um pacote com quatro ações para modernizar e melhorar o atendimento e a qualificação dos trabalhadores. Confira mais informações.

Plataforma Digital do Emprega Brasil

Composta por quatro ações: Carteira de trabalho digital; Sine Fácil 2.0; Seguro-Desemprego Web; e Escola do trabalhador, que fazem parte do Programa Emprega Brasil e visam o aperfeiçoamento da rotina do trabalhador.

A CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), também foi convidada para presenciar a cerimônia, além de outras entidades representantes do empresariado brasileiro. Confira mais sobre a iniciativa:

Sine Fácil 2.0 – Benefícios para o empregador

A ação de maior destaque é o Sine Fácil 2.0, que se trata de um aplicativo móvel para possibilitar ao trabalhador encontrar, de forma rápida e simplificada, vagas adequadas ao seu perfil.

Desenvolvido pela Dataprev, esse projeto dá acesso para o trabalhador aos serviços do Sistema Nacional de Emprego (Sine), e tudo isso a partir de dispositivos que tenham conexão com a internet, como celulares e tablets.

De acordo com o Ministério do Trabalho, esse novo aplicativo também possibilita ao empregador encontrar um profissional com o perfil desejado, de forma mais rápida e prática.

As vantagens incluem a escolha de trabalhadores para participar de processos seletivos, a verificação de currículos e a consulta a entrevistas agendadas.

Seguro-desemprego e Carteira de Trabalho Digital

O seguro-desemprego via internet possibilitará que o benefício seja solicitado sem precisar sair de casa, no momento que o trabalhador receber os documentos da demissão. O processo não exime o cidadão da necessidade de se dirigir até um posto do Sine (após preencher seu cadastro na internet), porém deve agilizar o atendimento nas agências.

A carteira de trabalho funcionará no aplicativo, em que o cidadão poderá consultar o histórico profissional e o contrato anual.

Escola do Trabalhador

A Escola do Trabalhador é uma plataforma digital de ensino a distância que visa capacitar e qualificar, até o final do ano que vem, cerca de seis milhões de brasileiros.

O projeto disponibilizou, no dia 21 de Novembro, os 12 primeiros cursos, que foram escolhidos com base em análises de dados estatísticos sobre o mercado de trabalho e as demandas de empregadores e trabalhadores.

Outros 38 cursos devem ser oferecidos até o final de 2018, também de acordo com as demandas e pesquisas sobre o mercado.

Como acessar o aplicativo

O aplicativo é gratuito e já está disponível na versão para Android. Em breve deve chegar para os aparelhos iOS. Para usar, basta adquirir o código de acesso (QR Code) no portal Emprega Brasil, nas unidades de atendimento do Sine, no documento que é recebido no ato da rescisão de contrato, ou na solicitação do seguro-desemprego.

O código é para acesso individual, ou seja, garante mais segurança às informações, além de agilidade no atendimento.

Após baixar o aplicativo no celular ou tablet, basta digitalizar o código usando a câmera fotográfica do aparelho.

Realize consultas e publicações no Diário Oficial da União

O E-DOU é uma plataforma que garante aos seus clientes acesso aos principais materiais vinculados aos Diários Oficiais da União, dos Estados e dos Municípios.

Através do E-DOU também é possível realizar publicações nesses jornais oficiais.

Publique no Diário oficial da União através do nosso site.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*