Como Calcular a Receita Bruta do Seu Negócio

As questões burocráticas envoltas na manutenção das finanças da empresa, podem um pouco complicadas para os empresários que iniciaram a jornada do empreendedorismo a pouco tempo ou se formalizaram agora. Para te ajudar, elaboramos um artigo onde você aprenderá a calcular a receita bruta da sua empresa.

O que é Receita Bruta?

O termo “receita bruta” é também utilizado como “receita total” e refere-se aos lucros faturamento adquirido ao longo de determinado período, ou seja, a receita total da organização adquirida por suas atividades-fim. De uma forma mais informal, é tudo o que entrou positivamento no caixa, entretanto existem formas corretas de calcular esta receita relacionando-a com a  margem de lucro.

Existem três tipos de margem de lucro:

  • margem bruta;
  • margem líquida;
  • margem de contribuição.

Entretanto é preciso ressaltar, que o lucro é diferente da receita bruta. Afinal a receita é a soma total de valores, entretanto para calcular as suas ações de negócios, usa-se as margens.

Exclusões da Receita Bruta

Exclui-se do conceito de receita bruta para fins tributários, o Imposto sobre Produtos Industrializados – IPI e o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação – ICMS/ST, apenas quando cobrado pelo vendedor de bens ou serviços. Entretanto o ICMS normal integra a receita bruta.

Fórmula da receita bruta e margem bruta

Para encontrar a margem bruta, acompanhe a fórmula abaixo:

margem bruta = lucro bruto/ receita total x 100

Acompanhe o nosso exemplo abaixo:

Existe uma empresa com uma receita líquida  de R$20.000, logo será preciso descontar os valores envolvidos como R$4.000 de matéria-prima e R$3.000 de armazenamento. Nesta lógica, o lucro bruto seria de R$13.000.

Agora vamos aplicar a fórmula:

  • margem bruta = R$13.000/R$20.000×100;
  • margem bruta = 65%.

Simples nacional e receita bruta

Para a declaração do Imposto de Renda considera-se a Receita Total Mensal advinda dos mercados internos ou externos. É levado em conta o produto das vendas de bens e serviços por conta própria, o preço dos serviços prestados e os resutlados nas operações em conta externa.

Entretanto, exclui-se da soma, as vendas canceladas e possíveis descontos adicionais concedidos no processo.

O microempreendedor individual – MEI, pode aderir ao Simples Nacional e precisará compreender o conceito de receita bruta para aferir as suas contabilidades. Neste caso, pode ajudar contratar um contador financeiro para MEI, mesmo que a categoria não seja obrigada a possuir um profissional responsável pela escrituração contábil.

Gostou de entender mais sobre receita bruta e margem de lucro? Continue acompanhando nossas publicações no E-dou e tire todas as suas dúvidas sobre administração de empresas!

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*