4 Dicas para Abrir uma Empresa de Representação Comercial

representação comercial

Você é empreendedor e já atua na área ou está pensando em iniciar no ramo da representação comercial? Confira as nossas dicas do que fazer para alcançar o melhor no seu empreendimento.

1.Escolha a estrutura jurídica

Escolher o regime jurídico, antes de abrir sua empresa é um passo fundamental para começar a atuação no mercado. Você deve escolher entre uma opção, que pode ser uma empresa individual  ou mesmo uma sociedade de responsabilidade limitada, representada pela sigla Ltda. A estrutura jurídica influencia diretamente na tributação, por isso analise bem as necessidades e defina o perfil do seu negócio.

Existem muitas opções, para aqueles que atuarão sozinhos, pode-se abrir uma empresa como empresário individual – EI ou como Empresa Individual de Responsabilidade Limitada – EIRELI, que significa que não existem sócios e necessita-se de um capital inicial de, no mínimo, 97 mil.

Entretanto, não existe a possibilidade de se formalizar como Microempreeendedor Individual-MEI, porque a representação comercial não é uma área prevista nesta categoria. Todas as atividades exercidas como MEI não precisam de registro em conselhos de classe, por isso não servem para esta área.

2.Defina o regime jurídico para a Receita

Na hora da declaração do imposto de renda e pagamento de impostos, sua empresa deverá se encaixar entre umas das categorias abaixo:

  • Simples Nacional – Trata-se de um método de impostos unificado, com alíquota atual em torno de 16,93% a 22,45% nesta categoria comercial;
  • Lucro Presumido – a tributação é baseada na margem de faturamento definido pela empresa e por isso, é sempre mais próximo a realidade financeira desta;
  • Lucro Real – é de longe a pior alternativa para o representante comercial. Impostos como IRPJ e CSSL são calculados sobre o lucro real, enquanto o PIS e o COFIN atuarão sobre o seu faturamento com uma alíquota maior.

3.Registro de pessoa jurídica

Esta etapa pode ser um pouco trabalhosa e necessitará de uma consulta prévia na prefeitura do seu município e registro no Conselho Regional dos Representantes Comerciais (CORE). Vá a unidade mais próxima da sua residência ou instalação comercial e informe-se sobre o que será preciso para formalizar este registro.

 

4.Elabore o contrato de representação Comercial

Para facilitar o dia a dia e demonstrar organização e maturidade nos negócios, elabore um contrato prévio. Será um modelo que pode ser utilizado para negociar com seu cliente e já definir termos e normas edificantes para a sua atuação profissional na prestação de serviços.

Não deixe de consultar o sindicato ou conselho de representação comercial para obter mais informações e tirar dúvidas sobre as questões jurídicas e burocráticas. Continue acompanhando as publicações do E-dou para mais informações pertinentes!

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*