Diferença Entre Pregão e Outras Modalidades de Licitação

pregão

Existem diversas modalidades de licitação que servem para definir exatamente como serão realizados os processos. Você sabe o que é o Pregão e qual a sua diferença dos outros tipos? Embora sejam vários, há alguns pontos que o torna particular e único, se comparado aos demais estilos de procedimento.

Se você ainda não conhece essas características, não se preocupe! Neste artigo, o e-Dou irá mostrar detalhes sobre a diferença entre o Pregão e as outras modalidades de licitação. Confira!

O que é licitação e quais são as suas modalidades

Com o objetivo de regulamentar e garantir a segurança nos processos de compra e venda de bens, a licitação é um dos principais instrumentos da Administração Pública. Isso porque ela funciona como um contrato que define os direitos e deveres de todas as partes envolvidas. Assim, é um acordo recíproco.

Entretanto, existe mais de uma maneira de realizar uma licitação, dependendo da necessidade do processo. São elas:

  • pregão;
  • leilão;
  • concorrência;
  • tomada de preços;
  • convite;
  • concurso.

O que é o pregão e qual a sua diferença entre as outras modalidades?

Embora todas elas tenham um objetivo em comum, que é oferecer um contrato aos serviços de compra e venda de bens da Administração Pública, existem algumas diferenças essenciais entre elas.

Quando se trata do Pregão, por exemplo, ele tem como principal característica servir para as transações relacionadas a bens comuns. Isso significa que são produtos de fácil assimilação, tendo a sua função facilmente reconhecida pelo público.

Nesse caso, são considerados os itens de menor estabelecida e as suas condições — como a qualidade e desempenho do objeto — estarão especificadas no edital. Quanto ao tipo de sessão, existem três formas: pública, presencial e eletrônica.

Um ponto de diferença entre o pregão e as demais licitações é sobre o cadastramento. As empresas que desejam participar dessa modalidade não precisam ter um registro no Órgão responsável pelo procedimento. Isso acaba facilitando a participação, deixando-a mais acessível.

Porém, a maior distinção é sobre a inversão de fases. Enquanto nas outras modalidades de licitação é feito, em primeiro lugar, a verificação de toda a documentação para que depois, então seja feita a análise das propostas, o Pregão é realizado da forma contrária.

Vale ressaltar, entretanto, que em alguns estados brasileiros já começaram a, algumas vezes, executar a inversão de fases, independentemente do tipo.

Gostou de saber a diferença entre o pregão e as demais modalidades de licitação? Então não deixe de conferir outros artigos no portal e-Dou!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*