Como Participar de Licitação de Obras Públicas

Como Participar de Licitação de Obras Públicas

Buscar participar de licitação de obras públicas pode ser uma ótima chance de trazer mais visibilidade para sua empresa. Caso seja vencedor, divulgação desse serviço ganha boas proporções e garante mais clientes e indicações.

Entretanto, a participação em um processo licitatório é um pouco burocrática, e é importante entender alguns pontos cruciais a fim de evitar dores de cabeça. Veja algumas dicas neste artigo!

Procure um edital de licitação de obras públicas que tenha a ver com a sua empresa

Na hora de procurar um procedimento licitatório para participar, não adiante levar em conta somente as possibilidades positivas de ganhar o objeto ao final. Você deve também pensar se aquele serviço oferecido para o vencedor realmente pode ser feito com excelência por sua empresa.

Esse ponto é ainda mais criterioso se você for participar de um processo definido por técnica, pois aí a sua qualidade na execução valerá mais do que qualquer outro aspecto.

Por isso é importante ler o Edital de Convocação com máxima atenção e certificar-se de todos os itens, ok?

Para encontrar boas opções para você, acompanhe o DOU sempre que possível. Dessa maneira você não perderá nenhuma oportunidade de concorrer!

Separe a documentação

Existem muitos documentos necessários para participar de uma licitação de obras públicas ou de qualquer outra. Verifique a lista no edital e tenha certeza de que tudo está regularizado e atualizado. Dê atenção à Lei de Licitações também. A legislação indica certos documentos específicos, que podem não estar discriminados no edital.

Certidões, por exemplo, têm validade! Como elas são alguns dos papéis mais exigidos para processos de licitação, garanta que todas estão em dia ou emita-as novamente.

Lembre-se: a falta de documentação correta simplesmente desclassificará sua empresa ainda na fase de habilitação. Portanto, tome cuidado com isso!

Elabore uma boa proposta comercial

A proposta comercial é um dos documentos que deve estar incluído entre aqueles entregues para o órgão licitador. Para uma empresa, é a maneira mais clara de o órgão entender o que será oferecido.

Além disso, no fim de tudo, o preço colocado na proposta que definirá o ganhador do objeto (caso seja feito pelo menor preço). Isso também serve como critério de desempate em muitos casos.

Sendo assim, a proposta merece total atenção de sua parte na hora da criação, e deve ser revista após todo o processo de separação dos documentos, a fim de evitar quaisquer problemas posteriores que o impeçam de garantir o objeto após a homologação, caso sua empresa seja vencedora.

Para mais informações sobre licitação e outro assuntos relacionados, confira as publicações do E-Dou.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*