Saiba Como Funciona o Pregão Presencial e Evite os Principais Erros

Saiba Como Funciona o Pregão Presencial e Evite os Principais Erros

As empresas que desejam aumentar suas chances de vender produtos ou serviços para a Administração Pública, devem entender como funciona o pregão presencial. Conhecer as regras dessa modalidade de licitação ajuda a conquistar um bom resultado no certame e também evita os principais erros durante o procedimento.

Para facilitar seus conhecimentos sobre o assunto, o E-Dou preparou este artigo para você. Acompanhe!

O que é pregão?

O pregão é a modalidade mais recente de licitação, instituída pela Lei nº 10.520/2002 e regulamentada pelo decreto nº 3.555/2000. Ele serve para a aquisição de bens e de serviços comuns de qualquer valor, onde a disputa ocorre em sessão pública. Além do modo presencial, o procedimento também pode ser feito eletronicamente.

Por ser menos buracorática, essa é a modalidade mais utilizada pelos governos. Além disso, também oferece outras vantagens como maior agilidade no processo licitatório, possibilidade dos licitantes darem lances sobre as propostas escritas e sem limitações de valores para contratos.

Como funciona o pregão presencial?

O pregão presencial é conduzido em sessão pública e conta com a presença do pregoeiro, da equipe de apoio e dos licitantes. Os pontos mais interessantes dessa modalidade é que não existe um número mínimo de participantes e há uma inversão de fases.

Diferentemente do que ocorre na concorrência, tomada de preços e convite, a habilitação é feita apenas com o vencedor da licitação, após a fase de classificação, julgamento das propostas e de lances. Essa inversão de fases traz mais agilidade ao processo.

Agora, para entender melhor como funciona o pregão presencial, confira a ordem das fases nessa modalidade de licitação:

  1. publicação do edital de convocação para indicar a abertura da licitação. Nesse documento, consta todas as informações sobre a licitação, como as condições e os documentos necessários para participar. Deixar de ler o documento completo é um dos principais erros cometidos pelos licitantes;
  2. credenciamento dos licitantes em sessão pública — chegar atrasado nessa etapa resulta em expulsão da licitação, assim como não ter em mãos todos os documentos necessários impede a participação;
  3. entrega de propostas;
  4. classificação e julgamento das propostas;
  5. fase de lances;
  6. habilitação;
  7. declaração do vencedor;
  8. adjudicação e homologação da licitação.

Atenção! Como grande parte do processo licitatório ocorre em sessão pública, o que impede correções de última hora, o licitante deve se atentar à documentação exigida no edital para garantir sua participação. Esse erro é comum entre os licitantes, por isso, vale dobrar a atenção nesse momento.

Gostou de saber como funciona o pregão presencial? Agora aproveite para conferir também as vantagens de participar do pregão digital (ou eletrônico).

Para ler outros artigos como este, acesse as publicações do E-Dou.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*