Como é calculado o valor da cesta básica no Brasil?

cesta básica

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socieconômicos (Dieese) estabeleceu uma lista de produtos considerados essenciais para que um adulto possa cuidar de sua higiene pessoal e se alimentar de forma adequada. A essa relação de produtos, foi dado o nome de cesta básica.

O acompanhamento do custo dos itens da Cesta Básica Nacional começou em janeiro de 1959 e continua desde então. Recentemente, a pesquisa é realizada em 18 capitais brasileiras, onde mensalmente revela a evolução de valores de 13 produtos de alimentação, assim como o gasto mensal que uma pessoa teria para compra-los.

A quantidade de ingredientes da cesta básica no Brasil pode variar de acordo com a região, mas o Dieese estabelece basicamente os seguintes alimentos:

Alimentos da cesta básica no Brasil

– Leite

– Feijão

– Arroz

– Farinha

– Batata

– Tomate

– Pão Francês ou de Forma

– Café em Pó

– Açúcar

– Óleo ou banha

– Manteiga

– Frutas/Banana / Maçã

Cálculo da cesta básica no Brasil

Para definir o valor da cesta, a entidade pesquisa o preço médio de todos esses itens em estabelecimentos que contam com uma alta frequência de clientes. Lá, é levado em consideração as marcas e tipos de procura mais famosos entre os consumidores.

Com as informações, o Dieese monta uma tabela de marcas dos produtos. Essa tabela define o painel de produtos cujos valores serão coletados. Por fim, essa coleta acontece uma vez ao mês, quando os preços são observados diretamente da prateleira.

Vale ainda ressaltar que, após esse processo, é realizado o cálculo das horas que um cidadão que recebe salário mínimo deve trabalhar para comprar a cesta. Então, a partir dessa conta, é realizada a conta do Salário Mínimo Necessário – que observa o preceitos da Constituição, onde está registrado que o mínimo deve ser suficiente para atender as necessidades básicas do trabalhador e sua família (de quatro pessoas ao todo).

Para chegar à conta exata do Salário Mínimo Necessário, ainda é realizado um cálculo onde o valor da cesta básica é multiplicado por três, sempre levando em consideração que os gastos com alimentação correspondem a 35,71% das despesas totais.

Segundo dados referentes a outubro deste ano, a cesta básica no Brasil mais cara está em Porto Alegre (R$ 478,07), seguida de Florianópolis (R$ 475,32) e São Paulo (R$ 469,55). Os valores médios mais baixos foram observados em Natal (R$ 366,90) e Recife (R$ 373,66).

Baseado nesses dados, em outubro o Salário Mínimo Necessário para manter uma família de quatro pessoas deveria ser de R$ 4.016,27, o que representa 4,56 vezes o mínimo vigente, que é de R$ 880,00.

Agora que você já sabe como é calculado o valor da cesta básica no Brasil, compartilhe este artigo com pessoas que ainda não possuem essa informação!

E não se esqueça: para mais conteúdo essencial para todo o cidadão, confira mais artigos do e-Dou, que além de trazer posts relevantes, permite que você acesse uma publicação no Dou (Diário Oficial da União) da sua cidade!

Quer consultar o Diário Oficial da União? Acesse agora mesmo o e-Dou.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*